Blog :: Xalingo

Tag - gatos

Para começar a semana bem #2

 

Se vocês adoram ver os seus filhos brincando com os pets, vão adorar essa seleção de vídeos que fizemos para começar a semana muito bem.

 

Husky “Conversando” com Bebê

 

O gatinho faz o bebê dormir

 

Bebê rindo do cachorro comendo bolhas

 

Bebê rindo do cachorro comendo pipoca

 

Cão ensinando o bebê a engatinhar

 

Conviver com gatos reduz risco de asma

post1

Da mesma forma que já se constatou que a exposição a certos graus de ‘sujeira’ ajuda o organismo das crianças a reforçar a imunidade, pesquisas recentes indicam que ter contato com o alérgeno dos felinos também ajuda a reduzir as chances de desenvolver asma.

 

Durante muito tempo, acreditou-se que, para proteger as crianças das alergias respiratórias, o ideal seria protegê-las ao máximo de qualquer contato com animais e poeira. Estudos recentes comprovam que não é o melhor caminho. Segundo a pesquisa realizada pelo Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, que analisou as partículas encontradas nas casas de 442 crianças em um intervalo de 7 anos, nas residências onde mais se encontrou alérgenos de gatos, foi onde as crianças menos desenvolveram a asma.

 

De acordo com os especialistas, o ideal é não criar as crianças dentro de uma bolha. É preciso deixar que elas experimentem o mundo e entrem em contato com areia, terra e grama, pois quanto maior a diversidade de alérgenos aos quais seu sistema imunológico é exposto, maiores as chances de o organismo dela responder a eles de forma no futuro.

 

É claro que manter a higiene da casa é fundamental para evitar uma série de outras doenças, mas pode deixar as crianças brincarem à vontade em parques e praças, e também com animais de estimação, pois essas ‘sujeirinhas’ são uma excelente forma de fortalecer o sistema imunológico delas.

 

 

 

Fonte: Crescer

Gatinhos de lã e papelão

post1

Hoje o blog da Xalingo traz uma atividade simples, divertida e muito gostosa de fazer com as crianças nos dias frios. Prepare-se para fazer muitos gatinhos de lã e papelão.

 

Materiais:

– papelão ondulado

– lã

– papel branco

– lápis

– tesoura

– cola

– canetinhas

– palitos

 

Confira o passo a passo no vídeo abaixo e reúna as crianças para essa diversão.

 

 

 

Dicas:

 

ž – Para fazer os bigodes, você pode usar palitos pintados ou colar pedacinhos de lã ou barbante.

 

ž – Para fazer gatinhos mais fofos e peludos, use lãs felpudas e faça algumas voltas a mais no corpo deles.

 

-ž As crianças podem se divertir ainda mais desenhando diferentes expressões faciais nos gatinhos e usando-os para brincar como um teatro de fantoches.

 

 

 

Fonte e imagem: Krokotak

Qual o melhor pet para o seu filho?

Seu filho já tem algum animal de estimação? Então se prepare porque em algum momento ele irá pedir um para você.

A maioria das crianças pede um cachorro, mas outras podem optar por gatos e outros animais menores, como pássaros. De fato, conviver com pets é muito importante para o desenvolvimento humano. É comprovado cientificamente que crianças que recebem educação para respeitar um animal apresentam um melhor desempenho na escola. Mas incluir esse novo membro na família exige muitas responsabilidade dos pais e do pequeno.

Não há idade certa para a criança ganhar um cachorro, por exemplo. Mas se a criança for muito pequena é preciso um cuidado permanente, embora seja raro um cão bem tratado atacar ou morder uma criança.

Quanto mais velha a criança mais responsabilidades ela pode ter com o animalzinho. Dar banho, comida, recolher o cocô podem ser algumas das tarefas que ela irá desempenhar com a chegada do novo amigo.

Os pais precisam assumir a responsabilidade de todo o trabalho que o animal impõe inclusive sua educação. E devem cuidar para que a criança não se machuque. Também é importante que fiquem sempre atentos e disponíveis para conversar sobre possíveis angústias ou situações que a criança viva em decorrência de sua relação com o cachorro (por exemplo, em casos em que o cão chora, não obedece, fica doente ou morre). Na melhor das hipóteses, todos os membros da família devem querer a companhia do cãozinho. Caso contrário, poderão surgir problemas na hora de educá-lo.

Family sitting in park with dog

Qual cão é indicado para o meu filho?
Crianças de 0 a 1 ano – Cães ideais:
São Bernardo – De temperamento dócil, calmo, inteligente e fiel. Requer um espaço maior na casa e passeios com frequência
Labrador – Fiel, amoroso e inteligente. Esta raça costuma ser cheia de energia, por isso precisa de espaço e de alguém que esteja disposto a leva-lo para passeios diários
Golden Retriever – Dócil, calmo, inteligente e fiel. Também necessita de espaços e passeios frequentes

Crianças de 1 a 2 anos – Cães ideais:
Bernese Montain Dog – Fiel, amoroso, inteligente e forte. Por ser um animal de grande porte precisa de espaço e passeios constantes
Golden Retriever – Dócil, calmo, inteligente e fiel. Também necessita de espaços e passeios frequentes
Boxer – Brincalhão e afetuoso, paciente com crianças, inteligente e leal. Apesar de ser um cão de grande porte, adapta-se facilmente a ambientes pequenos e internos

Crianças de 2 a 4 anos – Cães ideais:
Buldogue Francês – Alegre, companheiro e dócil apaga-se muito ao dono. Seu nível de energia é moderado, por isso precisa de atividades físicas constantes
Boston Terrier – Ágil e afetuoso, a raça exige passeios constantes
Pug – Brincalhão e bem disposto, apega-se muito à família
Labrador – Fiel, amoroso e inteligente. Esta raça costuma ser cheia de energia, por isso precisa de espaço e de alguém que esteja disposto a leva-lo para passeios diários

Crianças de 4 a 6 anos – Cães Ideais:
Maltês – Companheiro, inteligente e alegre. Por ser bem pequeno, é necessário redobrar a atenção para evitar quedas. Seu pelo exige escovação diária para que não forme nós.
Yorkshire – Companheiro, inteligente e alegre. Valem os mesmos alertas sobre os riscos de queda e escovação do pelo.
Shih Tzu – Calmo dócil e alegre. Não necessita de tanto exercício físico, mas precisa de escovação diária.
Border Collie – Inteligente, ágil, dócil, brincalhão, disposto e independente. Esbanja energia, por isso requer atividade física.
Beagle – Inteligente, ágil, dócil, brincalhão, disposto e independente. Necessita de espaço e atividade constante
Spitz Alemão – Companheiro, inteligente e alegre. Por ser uma raça de pequeno porte, quedas podem ser perigosas. Redobre a atenção. Seu pelo necessita de escovação diária para evitar nós

As vantagens de ter um gatinho

Quase toda a criança tem, já teve ou terá um bichinho de estimação. Inclusive, é importante para o desenvolvimento dos pequenos esse convívio com os pets. Muitos pais optam por cachorros, por serem carinhosos e interagirem mais com seus donos. Mas algumas famílias preferem outro peludo que é mais independente: o gato. Se você não tem muito tempo para cuidar do animal, nem espaço na casa destinado ao pet, os felinos podem ser uma ótima opção para o seu filho.

Realmente a independência é a principal característica dos gatos, que podem dar uma “fugidinha” da casa com frequência, mas que acaba sempre voltando para o seu dono, uma prova de que eles são sim muito carinhosos.

168013026

Além disso, eles são mais higiênicos, o que é uma grande vantagem para quem tem crianças pequenas em casa, afinal, ninguém gosta de encontrar aquele xixi no tapete da sala. Algumas famílias se preocupam com as unhas dos felinos, que em alguma brincadeira pode ferir os pequenos. Para resolver o problema é simples: basta lembrar de cortá-las com frequência, da mesma forma que é preciso dar banho e escovar os cachorros. Coloque na lista de compras do petshop os arranhadores para que eles tenham um lugar onde possam desgastar as suas unhas.

Além de tudo isso, os bichanos não precisam de banhos semanais, dispensam passeios, se adaptam facilmente a lugares pequenos, não latem e não sofrem quando todo mundo começa a ficar pouco tempo em casa. Tá esperando o que para garantir o seu gatinho?