Blog :: Xalingo

Tag - lancheira escolar

Como fazer uma lancheira saudável para o seu filho

Alguns estudos apontam que o ambiente escolar pode ser prejudicial para que o seu filho desenvolva hábitos saudáveis. Nós sabemos que as cantinas escolares são uma verdadeira tentação com doces, salgados, refrigerantes e outras delícias que não fazem nada bem para o nosso corpo.

Sem contar que a maioria das crianças prefere comer uma “porcaria” a fazer uma refeição mais saudável. Todos nós já fomos crianças e sabemos que é muito difícil pensar de outra forma. Por isso, cabe a nós pais, fazer com que os pequenos desenvolvam hábitos saudáveis desde cedo e que no futuro possam ter uma saúde melhor.

Uma opção para deixar a cantina de lado é fazer o lanche em casa. Desta forma, você consegue saber o que o seu filho come e elaborar cardápios mais saudáveis e que agrade ao paladar do pequeno.

Confira algumas dicas de alimentos que são amigos da lancheira saudável:
– Frutas: Inclua uma porção de fruta todos os dias. Pode ser aquela que o seu filho mais gosta, mas tente variar para ele não enjoar com facilidade.
– Biscoitos integrais e orgânicos: São uma ótima opção para substituir as famosas, e nada saudáveis, bolachas recheadas.
– Sucos: São nutritivos e as crianças adoram. Opte sempre pelo suco natural e evite os de caixinha, que normalmente estão cheios de conservantes. Algumas marcas, porém, já produzem sucos orgânicos, saudáveis e muito gostosos.
– Água de coco: também é uma boa opção de bebida para substituir o suco industrializado e o refrigerante.
– Barrinha de cereais: Podem ser uma boa opção, mas evite aquelas que possuem cobertura de chocolate, pois estas tendem a agregar gordura saturada em sua composição.
– Sanduíches naturais: Faça em casa o sanduíche do seu filho. Opte por pão integral, queijo branco, raspas de cenoura, alface e tomate. Eles podem substituir os salgados vendidos na cantina da escola.
– Nada de bolinhos prontos: Devem ser evitados, pois possuem muito açúcar e não são nada saudáveis. Peça a ajuda do seu filho para fazer um bolo em casa. Você pode optar por farinha integral, leite desnatado e produtos mais saudáveis, sem contar que ir para a cozinha com as crianças é sempre muito divertido.
– Água: Essencial. Estimule o consumo de água. Envie uma garrafinha para que a criança não se esqueça de tomá-la.

Mother and son packing lunch box

Os Dez Mandamentos da lancheira saudável

Seu filho acaba comendo porcarias na escola? Não sabe mais o que fazer para tornar a alimentação dele fora de casa mais saudável? Vale lembrar que a Organização Mundial da Saúde alertou recentemente que cerca de 40 milhões de crianças estão com sobrepeso ou obesidade no mundo.

O momento de preparo do lanche da escola é muito importante. Os pais devem envolver o filho no processo para que ele adquira o hábito de escolher os alimentos mais benéficos ao invés dos industrializados.

Portrait of girl with melon slice smiley face

Então confira as dicas que separamos para você não errar na hora de preparar a lancheira dele. São regras simples e que farão uma grande diferença na alimentação do seu filhote. Confira:

1- Cada lanche deve ter uma fruta
2- Os carboidratos, como pão, bolo, biscoito, polvilho, cookies, devem ser integrais
3- Os recheios devem ser simples e em pouca quantidade, só para “sujar” o pão
4- Água é sempre melhor opção. Quando não for possível, prefira os sucos naturais. Os de caixinha contém açúcar, sódio e conservantes
5- Nada de frituras
6- Evite produtos industrializados. Quando tiver que optar por eles, fique de olho nos rótulos e escolha aquele com menor quantidade de aditivos químicos
7- Faça doces com frutas. Mousse de banana ou abacate com manga, pera e uva são ótimas opções
8- Quando a criança quiser um doce, faça um caseiro. Algumas boas opções são gelatina incolor com suco de fruta, ganache de chocolate, bolo molhado com leite de coco ou suco de fruta, e chocolate amargo (20 a 30 gramas)
9- Os embutidos não fazem parte de uma alimentação saudável e não devem estar na lancheira das crianças
10-Não deixe que personagens de desenhos animados “comandem” a alimentação da criança. Normalmente, esses produtos são os mais carregados de aditivos.